Jovem que aparece em vídeo sendo espancada por traficante morre no hospital!

O espancamento que resultou na morte de Keity Azeredo da Silva, de 21 anos, foi visto por milhares de pessoas. Ela é a mulher que aparece num vídeo de tortura compartilhado na internet há duas semanas. A identificação foi feita pela Divisão de Homicídios, que encerrou nesta quarta-feira o inquérito sobre o assassinato com a prisão do traficante Gabriel Souza dos Santos, o Maradona, na terça-feira.


O que se vê no vídeo é apenas parte da tortura. Ela continuou apanhando e morreu de traumatismo craniano. Keity namorou um rapaz de uma facção rival à do Morro da Dita (Rio do Ouro, em São Gonçalo) e a ordem partiu de um presídio em Bangu — explicou o delegado Wellington Vieira.
Moradora da Dita, ela foi espancada na Favela da Linha, entre 3 e 4 de fevereiro. Antes, teve o cabelo raspado. Ela não resistiu e morreu no Hospital Geral Alberto Torres, no Colubandê, no dia 5 do mesmo mês.


O espancamento foi ordenado por Alex Pereira, o Drill, da cadeia. Um menor e Marcos Vinícius de Campos, o Sombra, foram capturados antes de Maradona, que chefiava o bando.


Filmagem de castigos é comum na região



FONTE: Jornal Extra

Últimas