Presidente da Câmara de Bernardo do Mearim, Osvaldo Marques faz discurso pra lá de contraditório

Uma coisa me fez ficar pensativo sobre algo ocorrido hoje sexta-feira (6) na câmara municipal de Bernardo do Mearim onde foi realizada uma audiência na qual a finalidade foi discutir  algo triste e lamentável para a vida dos bernardenses, que foi o fechamento do Hospital Regional inaugurado em abril de 2013.

O atual presidente da câmara Osvaldo Marques no uso de suas atribuições falou as pessoas ali presentes, em seu discurso disse:

“Apenas um dia do hospital fechado é um prejuízo irreparável! Vidas estão correndo risco, Os outros municípios resistem e chegam até não receber os doentes do nosso município. A questão do fechamento do hospital, da paralisação de seu funcionamento virou questão de respeito para com a dignidade da pessoa humana. O povo sofrido do Maranhão e os necessitados de saúde não podem esperar tanto”,

Seriam mui lindas as palavras do atual presidente se o mesmo não tivesse cobrado da prefeita e sua turma uma quantia de 240 mil reais, mais a presidência da câmara na qual ele hoje ocupa.

Ocorre que para quem não sabe, ele e mais outros dois vereadores tinham ido pra a oposição em janeiro de 2014 alegando descaso da prefeita para com seus interesses. Porem um ano depois os vereadores voltaram a base da prefeita fazendo algumas exigências.

Ora 240 mil reais é exatamente o que a prefeitura gasta na despesa mensal no hospital.

Então o que eu gostaria de saber do vereador, é como ele se sente sabendo que por causa dele, o hospital deixou de funcionar pelo menos 30 dias, já que ele acha que o prejuízo de um dia só fechado é irreparável?

É contraditório o discurso dele não acham??

Últimas