Governo vistoria escolas e debate ações com gestores de São Mateus e Alto Alegre

A Secretaria de Estado da Educação (Seduc) vistoriou, no sábado (18), escolas da rede pública estadual de ensino nos municípios de São Mateus e Alto Alegre do Maranhão. A secretária Áurea Prazeres e a equipe técnica da Seduc realizaram levantamento da estrutura física dos prédios e dialogaram com gestores e comunidade escolar da região.

Em São Mateus, as visitas contemplaram os Centros de Ensino Luís Augusto Barros, São José e Alves Cardoso. Dentre as principais dificuldades encontradas na rede física estão paredes pichadas, problemas com o sistema de esgoto, sanitários em mau estado de conservação, falta de vigilância e merendeiras.

A gestora do CE Alves Cardoso, Lidiane Gonçalves de Queiros, ressaltou a importância da vistoria. “É uma ação de extrema relevância para a comunidade escolar. Nunca tivemos a visita de um secretário de Educação em nossa escola para ouvir e ver de perto nossas necessidades e, assim, encaminhar soluções”, disse.

A secretária de Educação, Áurea Prazeres, informou que as visitas também têm a função de auxiliar na definição das políticas públicas educacionais. “Seguindo orientação do governador Flávio Dino, estaremos continuamente nas escolas, acompanhando de perto o dia a dia, as necessidades e as demandas da comunidade escolar, além da fiscalização das obras de construção, reforma e ampliação desses prédios”, declarou.

No município de Alto Alegre, a equipe esteve no CE José Ribamar Marão, única escola da rede estadual, considerada como referência na qualidade do ensino. O colégio foi beneficiado com recursos no caixa escolar, autorizados pelo governador Flávio Dino, para reparos emergenciais e funcionamento no ano letivo de 2015. Esses recursos foram destinados pela gestão da escola para a manutenção das oito salas de aula (todas climatizadas), incluindo a sala dos professores, laboratórios, paredes, banheiros e áreas de vivência dos alunos, dentre outros espaços.

Obra abandonada

Ainda em Alto Alegre, a secretária Áurea Prazeres e a equipe técnica da Seduc vistoriaram uma construção inacabada que deveria ser uma escola de grande porte na cidade, com sete salas de aula. A obra está paralisada desde a gestão anterior e não possui nenhuma placa de identificação. O prédio está com uma parte do teto do pátio caído, em completo estado de abandono.

“Vamos tomar providências urgentes. Levantar o dossiê dessa obra para saber, de fato, o que aconteceu. Não podemos mais permitir que nossos alunos fiquem sem oportunidade de estudar. É meta prioritária do governador Flávio Dino oferecer escolas dignas e ensino de qualidade para todos os maranhenses”, afirmou a secretária Áurea Prazeres.]