Governo e Conab firmam parceria pela comercialização na agricultura familiar

Exibindo Foto3_Samara Andrade - Governo e Conab fazem parceria pela comercialização na agricultura familiar.jpg

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Agricultura Familiar (SAF) firmou na quarta-feira (27) parceria de cooperação técnica com a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) para desenvolver a comercialização de produtos oriundos da agricultura familiar do Maranhão. A iniciativa faz parte da meta da gestão Flávio Dino no sentido de melhorar a renda das famílias do campo e reduzir as desigualdades sociais no estado.

O compromisso foi assumido na sede da Conab no Maranhão, com o secretário de Estado de Agricultura Familiar, Adelmo Soares, a superintendente regional da Conab, Margareth Aquino, o superintendente de Comercialização da SAF, Sayd Zaidan, além de representantes do Banco do Nordeste (BNB) e da Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural (Agerp). 

Durante a reunião o secretário Adelmo Soares destacou o trabalho que a SAF vem desenvolvendo nos 30 municípios do Plano de Ações ‘Mais IDH’, como a implantação dos Sistemas Integrados de Tecnologias Sociais (Sistecs), distribuição de kits de irrigação, o ‘Mais Feiras’ e o ‘Mais Agroindústrias’. “São projetos que viabilizam ao agricultor produzir com qualidade e que somando-se a uma parceria com a Conab só tem a contribuir para fortalecer a agricultura no Maranhão”, ressaltou.

Para o gerente de negócios do BNB, César Ney, o maior problema vivido pelo meio rural do Maranhão, atualmente, é a dificuldade de comercialização que os produtores enfrentam e destacou que é mesmo preciso ações como essa para alavancar a produção do estado, gerando emprego e renda.

“O Estado entrando com a estrutura e a assistência técnica, o banco entrando com o crédito e a Conab com a comercialização, a gente fecha um círculo que dá todo o conforto aos produtores para que produzam com qualidade e tenham garantia de venda”, disse Ney.

Seminário

Outro encaminhamento do diálogo sobre a comercialização é um futuro seminário para discutir os instrumentos logísticos e condições sanitárias necessárias para implementar e executar nos municípios o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) e o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE).

O seminário deve reunir a SAF, o BNB, a Agerp, o Ministério de Desenvolvimento Agrário (MDA), a Agência Estadual de Defesa Agropecuária (Aged), o Serviço Brasileiro de Apoio a Empresas (Sebrae), o Instituto de Colonização e Terras do Maranhão (Iterma), entre outras instituições ligadas ao tema.

A ideia é fazer do seminário um amplo espaço de debate de todos os itens envolvidos na comercialização, como a inspeção municipal, condições de financiamentos, a qualificação da produção e do produtor e a possibilidade de criação de selos de qualidade para os produtos.

“É um sonho nosso desenvolver a agricultura no estado. Contribuir com a mudança. E unindo as forças, conhecimentos, e a missão de cada segmento vamos alcançar este objetivo”, disse a superintendente Margareth Aquino.


Últimas