Terceira fase do Mutirão ‘Mais IDH’prepara instalação de cozinhas comunitárias de kits sanitários



O Mutirão ‘Mais IDH’ entra na terceira e última fase com ações em mais dez municípios com baixos Índices de Desenvolvimento Humano (IDH). São 12 dias de atividades que incluem levantamento das necessidades de cada município para a construção de cozinhas comunitárias, instalação de kits sanitários e outros serviços, além de atendimentos à saúde, orientações profissionais e jurídicas, e emissões de documentos.

A itinerância começou no último dia 4 de maio e encerra no próximo dia 16. As cidades contempladas nesta etapa são: Araioses, Água Doce do Maranhão, Santana do Maranhão, Milagres do Maranhão, Santo Amaro, Primeira Cruz, Belágua, Afonso Cunha, Aldeias Altas, São João do Sóter.

O governo do Estado por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes) está realizando o levantamento necessário para a instalação de 30 cozinhas comunitáriase de 100 kits sanitários e três sistemas simplificados de abastecimento de água nos municípios atendidos nas regiões dos Lençóis Maranhenses e Baixo Parnaíba. Além disso, também será feito o monitoramento da assistência social, busca ativa para atualização do cadastro único pelos municípios, implantação do Sistema Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional, o anúncio do Programa Mais Bolsa Família Escola com articulação das secretarias municipais de educação e assistência para garantir que os alunos tenham acesso ao benefício, e ainda, ações na área de saúde, social e profissional e emissão de documentos.

Para o governador Flávio Dino os mutirões do ‘Mais IDH’ ajudam a mudar a realidade dos municípios maranhenses. “O mutirão tem o objetivo de garantir que haja desenvolvimento verdadeiro no Maranhão. Para isso, nós precisamos ter mais investimentos, mais negócios, mais empresas, crescimento da riqueza, mas também serviços públicos e distribuição de riquezas para aqueles que mais precisam”, destacou o governador.

Mais de 30 mil atendimentos

As ações do ‘Mutirão Mais IDH’ já foram levadas a 18, dos 30 municípios maranhenses incluídos no Plano de Ações ‘Mais IDH’. Nas duas primeiras etapas foram mais de 38 mil atendimentos sociais, como emissão de Carteira de Identidade, CPF, Carteira de Trabalho, Alistamento Militar e certidões como a de antecedentes criminais. Além destas ações sociais, o Mutirão ‘Mais IDH’ também levou serviços de saúde aos 18 municípios já contemplados, contabilizando mais 50 mil atendimentos.

Com relação aos atendimentos na área de saúde, o governador Flávio Dino ressaltou a realização de exames de mamografia que detectou um elevado índice de câncer de mama. “Os exames de mamografia para as mulheres, mostram, infelizmente, um altíssimo índice de câncer de mama ou suspeitas de câncer de mama, mostrando que esse caminho é fundamental. Precisamos ter permanentemente ações de suporte de atenção básica, que são responsabilidade das administrações municipais, mas, agora, contam com o apoio do governo do estado”, afirmou o governador.

Plano de Ações ‘Mais IDH’

Recentemente, foi realizado ‘Seminário Nacional O Plano Mais IDH e o Desenvolvimento Territorial do Maranhão’. O seminário debateu as diretrizes para o desenvolvimento territorial dos municípios e regiões com os menores indicadores sociais e ampliaçãodos benefícios aos maranhenses.

Além de avaliar as ações que já estão sendo feitas nesta etapa, o seminário planejou os próximos passos, com base em experiências exitosas em outras regiões do Brasil e nas demandas da sociedade. Representantes dos 30 municípios alvo do programa tiveram acesso a informações deexperiências que deram certo em estados como Ceará e Bahia, além de estudos técnicos apresentados pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea).

“A partir deste seminário haverá uma agenda de desdobramento e dessa agenda a gente vai poder ampliar ainda mais o ‘Mais IDH’ e pensar no desenvolvimento do Maranhão como um todo, já fazendo um link com o planejamento plurianual, o PPA, que o estado tem que fazer para os próximos anos”, explicou a secretária-adjunta de promoção do IDH da Secretaria de Estado de Direitos Humanos e Participação Popular (Sedihpop), Aracea Carvalho.

Comitês ‘Mais IDH’

O governo do Estado, por meio da Secretaria de Direitos Humanos e Participação Popular (SEDIHPOP), realizou a instalação dos Comitês Municipais do Plano de Ação ‘Mais IDH’ nos 30 municípios maranhenses de menor Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM). Os Comitês são instâncias de participação e controle social e têm a finalidade de monitorar as atividades do Plano de Ações ‘Mais IDH’ e discutir e propor políticas públicas para os municípios.

A criação dos comitês se deu a partir de plenárias com a participação de prefeituras, Câmaras Municipais, organizações e representantes da sociedade civil local. As plenárias ocorreram de forma aberta e ampla, com uma pauta abrangendo o Plano de Ações ‘Mais IDH’ e a importância do Comitê Municipal para a sua efetivação, seguida de discussão e aprovação do regimento interno para funcionamento do Comitê.

Últimas