Pesquisa indica aumento da produtividade da mandioca no Estado



O Instituto Maranhense de Estudos Socioeconômicos e Cartográficos (Imesc), órgão vinculado à Secretaria de Estado de Planejamento e Orçamento (Seplan), divulgou nesta quarta-feira (24), a Nota Mensal de Conjuntura Econômica sobre a agricultura do Estado, que traz a estimativa da produção agrícola maranhense referente ao mês de maio.

Sendo um dos produtos do Boletim de Conjuntura Econômica, a nota de agricultura se propõe fazer uma discussão prévia dos resultados do Levantamento Sistemático da Produção Agrícola - LSPA, divulgado mensalmente pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE.

A avaliação do mês de maio indica uma recuperação de 390 hectares da área destinada à colheita da produção de milho, em relação à estimativa de abril. Sobre a cultura da soja, novas avaliações indicam melhores resultados na região de Parnaíba, Balsas, Carolina e Chapadinha, devido à melhor distribuição das chuvas nessas áreas.

Desde janeiro deste ano, a área destinada à colheita da cultura da mandioca, tem se mantido constante, garantindo produtividade elevada. No município de Alto Alegre do Pindaré, por exemplo, a pesquisa aponta aumento na produtividade, além de inserção de novas técnicas, resultando em uma produção de 19,6 toneladas no mês de maio.


Últimas