Acidente deixa oito estudantes feridos em capotamento de van em Curimatá

Um grave acidente feriu oito estudantes na noite deste sábado (14), no município de Curimatá, no extremo sul do Estado, durante capotamento de uma van escolar. Entre os feridos estão irmãs gêmeas de 17 anos. Uma delas teve que amputar o braço em cirurgia no hospital de Curimatá e outra foi trazida para Teresina devido a um grave traumatismo craniano.



A secretária municipal de Saúde de Curimatá, Edisângela Fernandes Guerra de Melo, informou que 12 alunos retornavam da escola – o colégio estadual Alírio Guerra de Macedo – quando sofreram o capotamento. O acidente aconteceu a cerca de 18km da sede da cidade por volta das 20h30.


“A situação mais grave é das irmãs gêmeas. Uma delas teve que fazer a amputação de um braço em Curimatá e a outra sofreu um afundamento de crânio e foi levada para o Hospital de Urgência de Teresina. Ela teve ainda um corte profundo entre o braço e o pescoço”, disse a secretária que estava no hospital de Curimatá dando assistência aos alunos e pais juntamente com o vereador Benedito Guerra.

Um outro aluno precisou ainda ficar internado no hospital municipal de Curimatá, devido a um corte profundo no pé e dores intensas no tórax. Os outros alunos foram avaliados e liberados em seguida sem ferimentos graves.

De acordo com a secretária, o acidente aconteceu depois que o condutor da van tentou fazer uma ultrapassagem a duas motocicletas que seguiam á frente do veículo. Ele conseguiu controlar a van por cerca de 20 metros, mas depois perdeu o controle e o veículo capotou diversas vezes. As duas irmãs gêmas ficaram presas às ferragens.

A secretária lamentou o ocorrido e garantiu que todas as providências foram tomadas para o socorro as vítimas.

As irmãs de 17 anos estavam fazendo prova neste sábado, juntamente com os colegas de sala de aula.

O vereador Benedito Guerra também lamentou o acidente e disse que toda assistência será dada aos alunos e família.

Em nota, a Secretaria Estadual da Educação (Seduc) destacou que o veículo utilizado para transporte dos alunos estava em situação segular e que está prestando todo o auxílio aos estudantes. Veja na íntegra:

Sobre o acidente ocorrido no município de Curimatá com uma van escolar que presta serviço para a rede estadual de ensino, a Secretaria Estadual da Educação (Seduc) informa que uma das duas jovens que sofreram lesões mais graves já encontra-se em Teresina, no Hospital de Urgência (HUT) recebendo cuidados médicos. A segunda deve chegar nas próximas horas à mesma unidade de saúde.

O acidente ocorreu aproximadamente às 20h do sábado, quando oito alunos voltavam da escola onde faziam provas. Foi provocado por um rapaz em uma motocicleta que, ao fazer uma manobra brusca, posicionou-se a frente do veículo escolar. O motorista desviou saindo da estrada e, ao tentar retornar, a van virou na pista e derrapou.

A diretora Maria das Neves, da Unidade Escolar Alírio Guerra de Macedo, onde os alunos estudavam, informou que duas irmãs gêmeas, de 17 anos, foram as que mais sofreram. A que ficou em estado mais grave teve o braço amputado devido aos ferimentos. A saída para a capital só ocorreu na manhã de hoje para que os médicos estabilizassem seu quadro de saúde e, assim, poder proceder sua transporte com mais segurança em uma ambulância do SAMU.

A segunda, que já encontra-se em Teresina, está com o rosto inchado e luxação no ombro. Porém, fez exames de imagem e o diagnóstico médico descartou fratura no crânio.

A van pertence à empresa BR Locação, pertencente a Geraldo Sousa. Ele informou que o veículo é novo (ano 2013), estava em bom estado e com documentação regularizada. A Seduc está prestando toda a assistência para o deslocamento e cuidados com as duas estudantes e demais vítimas deste acidente.

Últimas