Bomba! Empresa que recebeu por hospital "fantasma" foi doadora de campanha da família Murad

Os deputados Souza Neto e Andrea Murad: dinheiro sujo em campanha?











Do blog do Garrone / Jornal Pequeno.

A empresa que recebeu R$ 4,8 milhões para a construção de um hospital "fantasma" em Rosário, a Ires Engenharia Comércio e Representação, foi uma das doadoras de campanha dos candidatos da família Murad, Andréa Murad e Souza Neto, filha e genro, respectivamente do ex-secretário de saúde, Ricardo Murad, responsável pelo pagamento da obra fictícia.
A Ires, conforme prestação de contas disponível no TSE, fez as singelas doações de R$ 60 mil (Andréa) e de R$ 40 mil (Souza) para cada um dos queridinhos de Ricardo, aumentando a suspeita de uma espécie de encontro de contas do dinheiro desviado.


O caso é investigado pela Polícia Civil do Maranhão, e é apenas um de uma série de inquéritos que podem ser abertos diante de outras suspeitas de desvios de recursos do empréstimo do BNDES.



Local onde deveria funcionar um hospital em Rosário: mais um exemplo das maldades do condomínio Sarney/Murad 
contra a população da região do Baixo Itapecuru

Segundo o líder do governo na Assembleia Legislativa, deputado Rogério Cafeteira, no final do governo Roseana Sarney foram pagos R$ 240 milhões sem a devida aprovação do banco.

Os R$ 4,8 milhões que a Ires recebeu eram para construir um hospital de 50 leitos em Rosário, com conclusão prevista para 19 de maio deste ano. Hoje o que há é um terreno vazio, onde foi feito apenas a terraplanagem, repetindo o modus operandi da prometida Refinaria Premium I, outra obra que não saiu do papel.

A Ires Engenharia foi a vencedora de uma licitação, onde somente ela participou, e recebeu seus pagamentos em dia sem que houvesse colocado um prego em uma barra de sabão.



Últimas