Adolescente de 14 anos é brutalmente assassinada após ter sido estuprada, em Imperatriz

A população de Imperatriz ficou chocada com um crime bárbaro realizado com requintes de muita crueldade, ocorrido neste sábado (29). 

O corpo de uma adolescente de menina de 14 anos, Kaylane Ferreira Frazão foi encontrado com sinais de violência sexual, no cruzamento da Avenida JK com rua Airton Sena, no bairro Santa Rita.

De acordo com a Polícia Militar (PM) a menina estava desaparecida desde a noite dessa sexta-feira (28), os familiares estavam a procura da jovem.

Ainda segundo a polícia, a adolescente foi morta com diversas facadas. 

Alcino Vilarim de Oliveira, de 44 anos (ex-candidato à vereador), confessou o crime e teve sua casa incendiada pela população que ficou muito revoltada. A casa ficava próxima do local onde o crime ocorreu. Os revoltosos também queriam queimar a casa onde mora uma irmã do assassino.

Preocupados em manter a ordem a polícia esteve no local após o incêndio. "O homem já foi preso e vai pagar pelo que crime que cometeu, a família não tem nada a ver com o caso”, disse o oficial.

Na imagem acima, ele sinaliza onde desferiu o primeiro golpe de facão que vitimou a adolescente

Durante as investigações, a polícia suspeitou de marcas encontradas na cerca de uma casa nas proximidades de onde o corpo foi localizado.

Na casa a polícia encontrou dois facões que foram utilizados no crime, para aplicar golpes no pescoço, abdômen e na perna da vítima.

A casa é de propriedade de Alcino Vilarim de 44 anos, ele foi levado à Delegacia Regional e confessou com detalhes como matou a Kaylane.

Alcino Vilarim foi candidato a vereador de Imperatriz, pelo PCB, conseguindo apenas 11 votos.

JOVEM MORTA EM IMPERATRIZ-MA, 04









Últimas