Governo participa de corrida ‘Trânsito Sem Fraturas’ que defende o combate à violência no trânsito

Exibindo Foto1_MárciaCarvalho - Corrida Trânsito sem Fraturas.JPG

Mais de 400 corredores, homens e mulheres, entre 20 e 70 anos, participaram na manhã deste domingo (16) da primeira edição da corrida Trânsito Sem Fraturas. O evento foi promovido pela Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia da Regional Maranhão (SBOT) e contou com o apoio do Governo do Estado, por meio do Departamento Estadual de Trânsito do Maranhão (Detran-MA) e de entidades e empresas ligadas a atividades esportivas.

Além de incentivar os corredores à prática de esportes saudáveis, a corrida Trânsito sem Fraturas teve objetivo de chamar a atenção da sociedade para o combate à violência no trânsito e sobre a alta estatística de traumas com sequelas e vítimas fatais. Durante a corrida, equipes do Detran-MA distribuíram folhetos educativos e conversaram com os atletas sobre a importância de não dirigir alcoolizado.

Segundo o Ministério da Saúde, entre 2002 e 2014 o número de vítimas graves de acidentes de trânsito no Brasil passou de 120 mil para 200 mil por ano. O número de óbitos também cresceu: 33.139 em 2003 para 42.266 em 2013. No Maranhão, as estatísticas também aumentaram. De acordo com o DataSus e Polícia Rodoviária Federal, 1576 pessoas perderam a vida em acidentes de trânsito no estado.

“Muitos acidentes acontecem porque as pessoas insistem em dirigir após consumir bebida alcóolica. É preciso ter consciência do perigo, para que os acidentes com vítimas graves diminuam no Maranhão. Esta corrida é um exemplo de que existem grupos preocupados com essas estatísticas, e quanto mais parceiros tivermos para combater a violência no trânsito, será melhor para todos nós”, explicou o diretor-geral do Detran-MA, Antônio Nunes, ao falar da política do governo Flávio Dino que prioriza a redução dos acidentes de trânsito.

O chefe da Controladoria do Detran-MA , Paulo Roberto de Araújo Ramos, participou da corrida e disse que o evento foi uma ótima oportunidade de chamar a atenção da sociedade. “É importante que todos saibam que o trânsito é vida, existe para que as pessoas o respeitem e para que elas sejam respeitadas”, comemorou Paulo.

Os organizadores do evento, Hector Campora Oliveira, da SBOT (Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia), e Calixto Melo Pereira Junior, diretor técnico da ‘Eu Corro Assessoria Esportiva’ também comemoraram o resultado do evento. “Essa foi a primeira edição, mas a corrida já está inclusa no calendário esportivo da cidade”, finalizaram. 





Últimas