Prefeitura anuncia reabertura do Hospital, mas, que não deveria ter sido fechado! Entenda

A prefeitura de Bernardo do Mearim através do Secretário de Saúde José Pereira, durante a sessão na Câmara dos Vereadores desta última sexta-feira (02/10) anunciou a reabertura do hospital municipal, e que o mesmo deverá funcionar parcialmente.

O Hospital Voltará a funcionar, mas apenas de segunda a sexta-feira e oferecerá consulta Médica, Exame Ambulatorial, Raio-X, Ultrassonografia e outros.

Apenas um médico foi confirmado até agora, porem de acordo com secretario mais dois estão para confirmar.

A reabertura é o resultado de uma parceria com o governo do estado que pagara uma quantia de 70 mil reais, de acordo com as novas normas estabelecidas pelo o atual governador Flávio Dino.

Entre tanto este não o único recurso que o município recebe para o mantimento da saúde. No período de 01/09 a 30/09 o Governo Federal enviou uma quantia de mais 72 mil através do FUS (Fundo da Saúde), conforme demonstrativo do Banco do Brasil. Essa quantia é depositada todos os meses, quer o hospital funcione ou não funcione.

Hospital fechado! Mais por quê??? 

No dia 12 do mês passado a população bernardense ficou estarrecida com uma denuncia feita pelos os vereadores da oposição inclusive com provas, de que a prefeita Eudina estaria envolvida em um esquema fraudulento de licitação em Locação de Veículos. Releia aqui

A empesa citada se quer existe, porem, recebeu uma quantia equivalente a 64.500 reas mensais durante todo o ano de 2014 sendo mantido o contrato também ainda neste ano.

A denuncia foi levada ao Ministério Publico e resultou na visita da Promotora de Justiça Anne Caroline Fernandes Duarte da comarca de Igarapé Grande, que passou a exigir da prefeita Eudina que apresentasse todos os carros inclusive adesivados.

A exigência da Promotora vem sendo cumprida timidamente, 2 carros apareceram até agora com adesivos discretos (pequenos) no entanto ela disse que ainda estar no prazo estabelecido para que os veículos apareçam.

Vejam que a quantia paga desnecessariamente a tal empresa é quase o mesmo valor que a prefeita Eudina andou pedindo para que o estado liberasse e hospital voltasse a funcionar.

Se tinha o dinheiro para a empresa!! Por que não a o invés disso continuar com o hospital!! 

Existe tanta necessidade assim do aluguel desses carros???

Será que a prefeita realmente se demonstrou preocupada com a população??

O que estar bem claro é, que os 72 mil do Governo Federal mais esses 64 mil que foram desperdiçados poderia muito bem manter o hospital aberto parcialmente até hoje. Fechou para favorecer uma minuiria.

É triste ver o desperdício de Dinheiro público enquanto a população sofre dores sem ter se quer uma ambulância. 




















Últimas