Em Codó, Hospital só tem remédio para o Prefeito

Do Blog Hospital de Base.
A população de Codó está sofrendo as consequências da má administração do prefeito Zito Rolim, acidentado no último domingo (1º). É que o Posto de Saúde do Km 17, o segundo povoado mais populoso do município, foi reinaugurado com ampliações no dia 10 de outubro com uma estrutura bem melhor. Porém, falta um dos principais itens: MEDICAÇÃO.
Os pacientes são atendidos no posto mas precisam comprar seu próprio remédio ou irem para o Hospital Geral do Município, que também não é lá essas coisas. A falta de medicamentos é enorme que não tem remédio nem para tratar uma simples verminose. As crianças estão faltando aulas por não conseguirem tratamentos adequados para gripe, tosse e febre.
Os moradores reclamam que são atendidos e ao dirigirem com a requisição à farmácia do posto encontram-na fechada ou vazia. O diretor da unidade de saúde, Raimundo Magalhães, defende-se dizendo que a farmácia fica fechada nos finais de semana e feriados para evitar que a população pegue medicamentos sem autorização. A pergunta é: para que fechar se não há remédio?
O município de Codó recebe mensalmente R$ 2.700.000,00 (Dois milhões e setecentos mil reais) para a Saúde e para onde vai esse dinheiro… ninguém sabe, ou melhor, o prefeito Zito Rolim e suas festas sabem muito bem!
O que a população espera é receber o mesmo atendimento que está sendo oferecido ao gestor quando buscar o atendimento nas unidades de Saúde Pública Municipal de Codó!