Ex-namorado de bailarina disse que a matou porque ela era garota de programa

Anderson disse que “perdeu a cabeça” quando viu mensagens no celular da ex-namorada que sugeriam conversas com supostos clientes


Ana Carolina tinha 30 anos de idade. (FOTO: Reprodução/ Facebook)
Ana Carolina tinha 30 anos de idade. (FOTO: Reprodução/ Facebook)
Anderson Rodrigues Leitão, de 27 anos, afirmou, em entrevista ao SBT, que assassinou a dançarina cearense Ana Carolina de Souza Vieira, de 30 anos, porque ela seria garota de programa. O fato que ganhou repercussão nacional aconteceu na última segunda-feira (2), mas o corpo de Ana foi encontrado apenas nesta quarta-feira (4).

Em entrevista à emissora paulista, Anderson disse que “perdeu a cabeça” quando viu mensagens no celular da ex-namorada que sugeriam conversas com supostos clientes. “Eu mexi no celular dela e ela se irritou. Porque eu tinha visto uma conversa dela com cliente”, diz o assassino.

Família

Ainda nesta quarta, a família de Ana Carolina saiu de Fortaleza e desembarcou no Aeroporto de Cumbica, em São Paulo. Emocionado, o padrasto da bailarina falou rapidamente. “A gente sabe por Whatsapp o ocorrido. A gente não esperava isso. O sentimento agora é de tentar levar o corpo para Fortaleza”, disse. Questionando sobre o comportamento da enteada, o parente disse apenas que ela era uma pessoa tranquila.

Concurso global

Ana Carolina Vieira era formada em administração e representou Fortaleza em um concurso para ser a nova bailarina do programa. A paixão pela dança veio cedo, desde a infância. Na escola, ela fez jazz e balé.