Pastora fica com hematoma após ser agredida em culto evangélico

Uma pastora identificada como Maria do Carmo, foi vítima de várias agressões durante umculto evangélico, realizado na localidade Angelimzona rural de Esperantina, município localizado a 180 quilômetros da capital Teresina.
Um morador da região, que não teve o nome divulgado, teria se incomodado com o 'barulho' propagado pelo culto que acontecia nas proximidades de sua residência. Enfurecido, invadiu a igreja e agrediu a pastora que ficou com hematoma no olho. O marido dela, de nome Deusimar, também foi agredido.
De acordo com informações do delegado titular do município, Igor Gadelha, o terreno onde a igreja fica localizada foi doado pelo agressor que se diz arrependido de ter doado. Segundo ele, houve troca de agressões entre o suspeito e o casal.  "O homem que se diz proprietário  quer o terreno de volta", afirmou. 
Após realização de exame de corpo de delito, ficou comprovado as agressões. As vítimas registraram Boletim de Ocorrência na 13ª Delegacia de Polícia Civil da cidade.

Image title