Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

“Asfalto eleitoral”, velhas práticas continuam

Troca de votos: Flávio Dino repetindo Roseana, velhas praticas continuam


A prefeita de Bernardo do Mearim Eudina Costa e o Governador Flavio Dino se reuniram na tarde desta quarta-feira (21),  no Palácio dos Leões, para tratar de assuntos políticos e de interesses do município.

A prefeita estava acompanhada de uma comitiva, composta pelo esposo Pelópidas Pinheiro (Totota) e pela secretária de governo Rita de Cássia. Estava presente ainda o secretário de estado, Articulação Política e Assuntos Federativos, Márcio Jerry.

Na reunião foram abordados vários assuntos de interesses do município, como resultado desse encontro o governador Flávio Dino determinou o início imediato das obras do Programa Mais Asfalto, do projeto de duas escolas: uma de 12 salas na sede do município e outra de 6 salas de aula no povoado Caneleiro.


Dino que nunca viu brecha na lei para enviar recursos para o hospital da cidade, agora se propôs a ajudar, ele que concentrou todas as forças com argumentos firmes de que não podia destinar tais recurso, agora resolveu liberar de bom grado a verba ao município, como quem diz: Agora as pessoas precisam, antes não precisavam.  

Velhas praticas políticas:

A tão prometida “democracia” que seria implantada pelo governador comunista parece que se apequenou e pretende render-se às práticas dos coronéis.

No Brasil atual não é novidade que o ex-presidente Lula, que governou ao lado de Sarney/Michel Temer/Renan/etc, usando programas sociais para se reeleger e fazer sua sucessora, que passaram 13 anos mandando no Brasil e no final deixaram o país falido.

Deputados, prefeitos, vereadores, líderes comunitários, todos vivem de pires nas mãos à procura do governador para “liberar” favores, solucionar “demandas”. A prática antiga esbarra numa espécie de “escambo”(troca de favores por votos próximo de eleição). No Maranhão atual, a vergonhosa prática parece que não quer mudar.

É bem aí que mora o perigo, ou seja, em 2018, as velhas práticas de trocas de favores por votos deverão continuar.



De pires nas mãos: Em 2018, a “troca de favores” ainda permanecerá na “República” proclamada por Flávio Dino?




Nenhum comentário:

Postar um comentário