Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

ESCÂNDALO DE CORRUPÇÃO DA FIFA VAI VIRAR SÉRIE BRASILEIRA



A Paris Entretenimento comprou os direitos de “O Delator”, biografia de J. Hawilla, para transformar numa série dramática. Dono da Traffic, que já foi uma das maiores agências de marketing esportivo do país, Hawilla se tornou mais conhecido no mundo inteiro como pivô do maior escândalo de corrupção do futebol mundial, o chamado FIFAgate, que provocou a prisão de vários dirigentes em 2015, incluindo o então presidente da CBF, José Maria Marin, e o afastamento definitivo de Ricardo Teixeira, ex-presidente da CBF, do cenário futebolístico.

Ao longo de dois anos, os autores Allan de Abreu e Carlos Petrocilo tiveram acesso a dezenas de entrevistas e milhares de páginas de documentos, investigando a fundo a vida do empresário. A série deve começar a ser rodada no segundo semestre de 2019, com possibilidade de se tornar um longa. A história promete grandes revelações sobre o esquema de corrupção que colocou em cheque a credibilidade de grandes instituições.

“É em histórias como estas, com potencial para alcançar o grande público, que investimos. Mais do que visão comercial, histórias reais e impactantes merecem ser contadas. Desta forma, imprimimos nossa marca de qualidade aliada à criatividade e conseguimos reunir bons diretores e elenco” resume Márcio Fraccaroli, CEO da Paris Entretenimento.

A produção irá relatar a trajetória de Hawilla, falecido no último dia 25 de maio. Sua ligação com o esporte começou nos anos 1960, quando era repórter em São José do Rio Preto, no interior paulista. Nos anos seguintes, foi ampliando sua participação no futebol até transformar a Traffic na agência detentora dos direitos comerciais e de transmissão de diversas competições.
Ao ser preso pelo FBI em 2013, ele fechou um acordo com a justiça americana e delatou sócios, cartolas e agentes, além de entregar vários documentos às autoridades americanas que comprovaram esquemas envolvendo a Conmebol e CBF e tinham como alvos os direitos televisivos da Copa América, Copa Libertadores e Copa do Brasil.
A trama vai descortinar todo o desenrolar do esquema de corrupção, que envolve não apenas grandes personalidades do esporte como também marcas internacionais milionárias.
“A série vai revelar ao grande público detalhes de todo esquema e da delação, prometendo impactar os espectadores”, garante Fraccaroli.


Nenhum comentário:

Postar um comentário