Drop Down MenusCSS Drop Down MenuPure CSS Dropdown Menu

Maranhão tem maior índice de domicílios sem acesso a internet do país, segundo IBGE



O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou nesta quinta-feira (20) os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD 2017), que traz dados sobre o uso da internet e alguns tipos de eletrodomésticos pelos brasileiros.

Segundo o IBGE, o número de maranhenses com acesso a internet subiu 8,5% em comparação com 2016, mas o estado ainda ocupa a última posição dentre todos os estados do país. Para o instituto, uma das razões é que muitos ainda consideram o serviço caro.
Em 2017, apenas 56,1% dos maranhenses possuíam acesso a rede, sendo que 99,5% acessam a internet por meio do celular. O uso do aparelho de telefone móvel também cresceu e agora está presente em 84% dos domicílios no Maranhão. 

Cada minuto os cibercriminosos tentam fraudar mais de três mil reais no E-commerce, que é o comércio online — Foto: Reprodução/TV Mirante 

 
Televisão e computadores

Segundo o IBGE, 6,5% da população maranhense ainda não possui televisão, colocando o Maranhão na pior colocação dentre todos os estados do país. Dentre os que possuem TV, a pesquisa indica que 42,2% da população ainda usa o modelo de tubo.

O Maranhão também ficou abaixo da média nacional quanto a tecnologia da informação e comunicação, como a quantidade de computadores e tablets em casa. Segundo a pesquisa, 21,1% dos maranhenses e 37,1% dos moradores de São Luís não dispõe desses recursos.

Por outro lado, a Pnad 2017 também mostrou que a quantidade de domicílios com TV por assinatura cresceu 3% no Maranhão, quando caiu 1% no Brasil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário