Na Rede:

sexta-feira, 12 de abril de 2019

Homem é preso com quatro armas de fogo e 40 cartões do Bolsa Família


Um homem de 45 anos foi preso pela Polícia Civil de Piranhas suspeito de extorquir moradores carentes para se apropriar de cartões, como o do Bolsa Família. Com ele, a polícia encontrou cerca de 40 cartões do benefício, armas de fogo, cheques e dinheiro. Ele foi preso e o material apreendido durante operação nesta quarta-feira (10).

O suspeito é Valdemir Campos Souza. Ele foi preso em casa onde foram encontrados dois revólveres calibre 22 e 38, uma espingarda calibre 36 e um rifle calibre 32. Além das armas de fogo, policiais também apreenderam três aparelhos celulares e mais de R$ 11 mil em dinheiro. Cerca de 40 cartões do Bolsa Família foram retidos pela Polícia Civil, juntamente com cheques e notas promissórias.

De acordo com o delegado que coordenou a ação, Daniel José Galvão Maya, a suspeita é de que Valdemir extorquiu os beneficiários para ter acesso aos cartões e que o dinheiro recolhido pode ter sido fruto do benefício. “Chegamos até ele depois de relatos de moradores sobre situação de extorsão que estaria sendo praticada por ele. As potenciais vítimas não quiseram se identificar, por isso, vamos oficiar a situação junto ao Programa Bolsa Família para que elas sejam notificadas para, se preciso, realizar a troca de cartões”, afirma o delegado, informando que as investigações continuam.

Valdemir foi levado para a 32ª Delegacia Distrital de Piranhas (32ª DP), onde foi autuado. Em seguida, foi levado para a 1ª Delegacia Regional de Delmira Gouveia, onde está à disposição da Justiça. De acordo com o delegado, o suspeito, possivelmente, poderá ser denunciado por apropriação indébita, posse ilegal de arma de fogo e extorsão, mas somente o Ministério Público do Estado (MPE) poderá decidir pela qualificadora.
sexta-feira, 12 de abril de 2019

0 comentários:

Postar um comentário