Dráuzio Varela emite “nota de esclarecimento” e “emenda sai pior do que o soneto”



O caso envolvendo a transexual Suzy de Oliveira, que repercutiu em todo país este final de semana, mereceu uma “nota de esclarecimento” do médico Dráuzio Varela. Eis o conteúdo:

NOTA DE ESCLARECIMENTO 

Há mais de 30 anos, frequento presídios, onde trato da saúde de detentos e detentas. Em todos os lugares em que pratico a Medicina, seja no meu consultório ou nas penitenciárias, não pergunto sobre o que meus pacientes possam ter feito de errado. Sigo essa conduta para que meu julgamento pessoal não me impeça de cumprir o juramento que fiz ao me tornar médico. No meu trabalho na televisão, sigo os mesmos princípios. No caso da reportagem veiculada pelo Fantástico na semana passada (1/3), não perguntei nada a respeito dos delitos cometidos pelas entrevistadas. Sou médico, não juiz."

A página “Caneta Desesquerdizadora” imediatamente desmentiu cabalmente o conteúdo da nota divulgada pelo médico. 

"O Portal Drauzio Varella divulgou uma nota MENTIROSA sobre o caso do criminoso pedófilo e assassino cuja "solidão" ele vitimizou no Fantástico. Destruímos as mentiras da nota.


  • Juramento de Hipócrates não diz que médico deve falar sobre ‘solidão’ de estuprador e assassino de crianças.
  • Não havia doente na matéria para ser seu ‘paciente’.
  • Você diz aos 11:14 da matéria que ‘Lolla’ foi preso por roubo.
Não adianta tirar o seu da reta!


Jornal da Cidade on Line