Prefeito de Teresina diz que sete infectados de coronavírus vieram do MA e pede que Flávio Dino reforce isolamento social


Prefeito Firmino Filho — Foto: Reprodução/TV Clube

Nesta segunda-feira (20), o prefeito de Teresina, Firmino Filho (PSDB), fez um apelo ao governador do Maranhão, Flávio Dino (PC do B), para que o isolamento social seja mantido no estado. Segundo o prefeito, a capital piauiense deve sofrer com a flexibilização da quarentena, já que uma parcela da população que mora no interior do Maranhão costuma procurar atendimento médico no Piauí.

Firmino Filho informou que sete pessoas infectadas pelo novo coronavírus vieram do Maranhão. “Teresina sempre serviu como uma capital de boa parte do Maranhão, no serviço de educação, comércio e como também na saúde, todo maranhense sabe disso. Aqui em Teresina, nós já tivemos 7 pessoas detectadas, positivadas do coronavírus exatamente vindo uma de São Luís, três de Timon, uma de Lago da Pedra e duas de Balsas", comentou.

Ele ressaltou que os municípios do Piauí ainda estão em isolamento social e que tudo que é feito no Maranhão ganha repercussão no estado.

Nós estamos extremamente preocupados com o que pode acontecer, com o levantamento da quarentena no Maranhão afora. Muitos desses pacientes que precisam de atenção estão correndo para a cidade de Teresina. O que é feito aí, tem repercussão em Teresina. Em nosso estado, todos os municípios permanecem em quarentena”, contou.

Para o prefeito de Teresina, são necessárias medidas seguras de prevenção ao coronavírus no Maranhão, caso contrário, a capital piauiense terá dificuldades. “Governador, nós vamos ter muitas dificuldades em atender o povo do Maranhão como sempre atendemos. Nossos irmãos, nossos amigos. Governador, é necessário que nós possamos ter medidas seguras por todo o estado do Maranhão”, afirmou.

Governo do Maranhão

Em nota, o governo do Maranhão informou que adotou as medidas de isolamento social e de diminuição das aglomerações desde o dia 16 de março e que segue acompanhando as orientações do comitê científico que acompanha a curva de crescimento dos casos no estado para a tomada de decisões.

Além disso, a assessoria do governador Flávio Dino disse que, por respeitar a autonomia das prefeituras, segue escutando as demandas dos prefeitos e destacou que a cidade de Timon apresenta apenas 5 casos confirmados, número inferior aos de Teresina.


Últimas