Flordelis convoca fiéis para culto e diz que 'já já tudo vai ser esclarecido'


Em um áudio que está circulando em grupos de mensagens, a deputada federal Flordelis pede para que fieis continuem indo ao culto que ela comanda, pois tudo vai ser esclarecido. Além disso, ela pede apoio das pessoas diante da acusação de ser ela a mandante do assassinato do próprio marido, o pastor Anderson do Carmo.

"A paz do Senhor, pessoal! Hoje eu quero todo mundo no culto, tá bom? Hoje, Piratininga, o culto permanece. Nada é permanente. Tudo vai passar. Já já tudo vai ser esclarecido", diz a deputada em áudio.

Entenda o caso

Em junho do ano passado, o pastor Anderson foi executado com 30 tiros, dentro da casa da família, em Niterói, no Rio de Janeiro. Após investigações, na última segunda-feira (24), a Polícia Civil indiciou a deputada, seis filhos e uma neta pelo envolvimento no crime. Ao todo, onze pessoas foram denunciadas pelo MP, inclusive a deputada.

Segundo a polícia, a deputada foi a mandante do crime. As investigações apontaram que ela vinha tentando matar o próprio marido desde maio de 2018, colocando veneno em sua comida. O motivo do crime seria uma disputa interna pelo dinheiro da família, já que o pastor era quem controlava o dinheiro proveniente da igreja de Flordelis, hoje batizado como 'Comunidade Evangélica Cidade do Fogo'.

Segundo testemunhas que já foram ouvidas, a deputada usava a imagem de religiosa como fachada. Uma das testemunhas ouvidas afirmou que o casal de pastores comprava muitas pessoas com cargos na política. Também foi ouvido que o pastor Anderson era ganancioso e que só pensava no crescimento da igreja.

Flordelis foi indiciada pelos crimes de homicídio triplamente qualificado; associação criminosa; falsidade ideológica; uso de documento falso e tentativa de homicídio (pelo envenenamento). Ela vai responder em liberdade.

Fonte: undefined - iG


Últimas