Governo comunista do Maranhão vai gastar quase R$ 1,7 milhão em cabines para visitas íntimas em presídios do estado



O governo comunista do Maranhão vai gastar quase R$ 1,7 milhão em cabines para visitas íntimas em presídios do estado.

De acordo com o edital publicado pelo governo de Flávio Dino (PCdoB), são 22 módulos de encontros íntimos.

Cada módulo terá 66 cabines, em 11 presídios da capital e do interior do estado.

A concorrência pública para a escolha da empresa de engenharia responsável pelos serviços começará no dia 21 de setembro.

O estado prevê o gasto de R$ 1.677.469,84.

Dessa forma, em plena pandemia de coronavírus, o governo de Flávio Dino, garante o bem estar nas unidades prisionais maranhenses, “respeitando o princípio da dignidade, direitos fundamentais entre o homem transgressor e seus familiares.”.

Leia o edital:



Últimas