Momento é de volta à normalidade e aos empregos, diz Bolsonaro



O presidente Jair Bolsonaro disse neste domingo (23), em rede social, que o momento é de abrir o comércio com responsabilidade, voltar à normalidade e resgatar os empregos. Ele citou em vídeo declaração da OMS (Organização Mundial da Saúde) para lembrar que sempre defendeu o combate à pandemia junto com a economia.

Bolsonaro afirmou que a OMS disse na sexta-feira (21) que "a pandemia é a prova de que saúde e economia são inseparáveis". "Desde março alertei que tínhamos dois graves problemas, o vírus e o desemprego, e que ambos deveriam ser tratados simultaneamente", escreveu o presidente.

No vídeo, o presidente mostra seu pronunciamento realizado em março. "Cinco meses depois do meu pronunciamento, o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, afirma que saúde e economia são inseparáveis", afirmou. 

 

"Ao longo desses cinco meses, algumas autoridades destruíram os empregos. O governo federal fez sua parte. Criou meios para que pequenas e médias empresas conseguissem manter seus empregados. Assim como criou o auxílio emergencial de R$ 600 que durou por cinco meses. Esse valor pode não ser muito para quem o recebe, mas é muito para o brasil que gasta por mês R$ 50 bilhões", disse o presidente.

De acordo com as informações do Ministério da Saúde, até este sábado (22), o país tinha registrado 114.250 mortos pela covid-19 e 3.582.362 casos desde a primeira notificação.

Com informações do R7

Últimas