Mais de 1.100 famílias já estão desabrigadas ou desalojadas por causa das cheias dos rios no Maranhão

Em Imperatriz, uma das cidades mais afetadas pelas enchentes, até essa quarta-feira (12), já havia 279 famílias desabrigadas ou desalojadas, o que corresponde a cerca de 977 pessoas atingidas diretamente.



Subiu para 1.126 o número de famílias desabrigadas e desalojadas por causa das fortes chuvas, que têm provocado as cheias dos rios no Maranhão. Por causa das enchentes dos rios, sete cidades do Estado estão em situação de emergência, sendo elas: Mirador, Grajaú, Barra do Corda, Jatobá, Paraibano, Formosa da Serra Negra e Imperatriz.

Segundo informações da Secretaria Municipal de Governo e Projetos Estratégicos (SEGOV), em Imperatriz, uma das cidades mais afetadas pelas enchentes, até as 15h dessa quarta-feira (12), já havia 279 famílias desabrigadas ou desalojadas, o que corresponde a cerca de 977 pessoas atingidas diretamente. No total, são 159 famílias desabrigadas, que estão sendo acolhidas em seis locais da cidade. E há 120 famílias desalojadas, que estão abrigadas na casa de parentes ou amigos
.